Adsense Google

7 de set de 2011

Rede Social ou Rede Individual? Chegamos ao Admirável Mundo Digital

Olá Pessoal,

Hoje meu post é sobre o individualismo que muitas vezes criamos na gestão da informação nas redes sociais.

Não é de mero desconhecimento da sociedade que os dias passam e o acúmulo de informação é cada vez mais extenso durante o dia das pessoas. Mal conseguimos ler emails relevantes, as caixas de spam vivem lotadas, já não temos tempo para verificar o que é realmente importante ou não.

Nesse contexto temos tantos amigos, temos tantos grupos, listas, eventos, reuniões, que mal conseguimos parabenizar um colega antigo, no dia de seu aniversário. A necessidade de gestão organizacional é algo surreal diante de tantas informações que devemos assimilar nesse cotidiano elitizado pela internet. 

Nunca pensamos ter tantos amigos e ao mesmo tempo não ter nenhum. Não culpo a internet, nem muito menos meus "amigos". 

Culpo a sociedade digital que perde tempo em se auto valorizar numa busca desenfreada pelo sucesso e esquece de falar tudo bem para um amigo que não o vê a anos. Culpo a sociedade digital pelo egocentrismo das redes sociais que criam uma falsa impressão de grupo mas ao mesmo tempo esquece que as pessoas são sensíveis, precisam conversar, precisam desabafar.

Perdemos o sentido da valorização humana para entrarmos de cabeça na valorização digital.

Excelente? Até certo ponto. Porque as pessoas ficam cada vez mais presas em seus escritórios, em suas casas, seus laptops, smartphones e esquecemos de conversar olhando nos olhos, abraçar um amigo que está passando por problemas pessoais, apertar a mão de um colega para apoiá-lo em uma decisão. 

Será que estamos nos tornando meros robôs virtuais? 

Pois se for para ter uma vida apenas pela mera ilusão de que alguém se importa conosco, não é melhor o facebook criar amigos virtuais que curtem automaticamente tudo que postamos? Ou que apenas respondem a nossas perguntas por que são programados pelo sistema neural de inteligência computadorizada?

Será que realmente estamos criando um "Admiravel Mundo Novo"?

Se sim, eu prefiro ser um selvagem que viverá para plantar e colher, para comer e desfrutar do brilho da natureza.