Adsense Google

1 de abr de 2013

Entrevista com Guilherme Tetamanti - A Viagem Multiplataforma

Olá, pessoal! Essa semana entrevistei Guilherme Tetamanti, idealizador do blog Viajando com Eles que viajou por 365 dias e conheceu diversos países do mundo. Ao mesmo tempo que ele viajou, fez diversos posts sobre lugares, postou nas redes sociais e  criou diversas dicas para novos viajantes. Uma verdadeira viagem multiplataforma.


Quantos países conheceu e/ou cidades?
Guilherme: 18 países (Estados Unidos - Califórnia, Hawaii e Guam - México, Ilhas Fiji, Nova Zelândia, Austrália, Filipinas, Tailândia, Laos, Camboja, África do Sul, Tanzânia, Egito, Grécia, Turquia, Alemanha, Dinamarca, Inglaterra e Irlanda.

Percebeu alguma diferença entre as paisagens naturais do Brasil e as paisagens fora do país?
Guilherme: Sim, muitas. É incrível como cada região do mundo possui características naturais bem marcantes, que me fazem querer voltar em próximas viagens. Cada uma das ilhas do Hawaii, possui suas peculiaridades devido a ação vulcânica na região. Apesar de todas as ilhas terem sido formadas da mesma maneira, têm paisagens diferentes, tanto pela idade de seus vulcões como ação do tempo. Já na Nova Zelândia, fiquei impressionado com a quantidade de paisagens diferentes num lugar tão pequeno. No mesmo dia é possível sair de uma praia paradisíaca e chegar em geleiras, canyons, géiseres ou tantas outras paisagens. No sudeste asiático, o que encanta são as praias e o
mar, que me deixaram com vontade de viver pra sempre por ali.

Qual das paisagens naturais vistas, mais lhe chamou atenção e qual o motivo?
Guilherme: É injusto ter que escolher um lugar, mas fiquei totalmente apaixonado por El Nido, ao norte da Ilha de Palawan, nas Filipinas. O legal dessa região é fazer os passeios de barco para conhecer as praias, lagoas secretas e praticar mergulho/snorkelling nas águas cristalinas do mar, que varia de tons azuis e verde esmeralda, deixando qualquer viajante de boca aberta.

Mas e aí? Curtiu a viagem e indicaria para outros viajantes de plantão?
Guilherme: Foi tudo incrível, muito melhor do que poderia imaginar. É impressionante como sempre tem gente disposta a ajudar forasteiros, ainda mais porque gosto de aprender algumas frases básicas e conhecer a cultura local. Faço questão de visitar não somente o que o turista procura, mas o que os moradores realmente fazem. Comer em restaurantes locais, usar transporte público e o principal, estar sempre aberto às oportunidades, sem nunca julgar ninguém com preconceito.

Adoro conhecer lugares antigos e imaginar que tanta gente passou por ali, milhares e milhares de anos atrás. Andando pelas pirâmides e templos do Egito, construções da civilização grega e diversas cidades antigas da Turquia, tive a plena sensação de participar de alguma maneira da história da humanidade. Ver tudo aquilo e conhecer como as pessoas viviam me fizeram entender que o mais importante na vida, não são as coisas que conquistamos. O importante, pelo menos para mim, é trilhar um caminho que me traga satisfação. Somente assim, poderei saborear o verdadeiro valor das conquistas.

Nos primeiros seis meses foi muito bom viajar sozinho e estar sempre disposto a conhecer gente. Fiz dezenas de amigos pelo mundo inteiro, me diverti demais. Numa próxima viagem, certamente terei um monte de lugares para visitar e reencontrar amigos. Com o tempo, acabei me acostumando com aquela tristeza da despedida, intensificada pela quase certeza de nunca mais ver alguém com quem me diverti tanto. Não ter uma companhia de verdade para compartilhar as alegrias e os perrengues, foi certamente minha maior dificuldade na segunda parte da viagem. Claro que viajar sozinho também tem suas vantagens, mas sinceramente, não pretendo partir sozinho para uma 2ª viagem de volta ao mundo.

Veja mais detalhes da viagem nesse vídeo:


Agradecimentos ao Guilherme pela disponibilidade das respostas.
Blog do Guilherme : Viajando com Eles


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários que tragam ofensas, discriminação ou preconceitos serão automaticamente apagados. Respeite os demais usuários.