Adsense Google

16 de ago de 2015

Diana Assennato, conta sua experiência quando teve que fechar o Arco!

Diana Assennato, conta sua experiência, quando teve que fechar o Arco, que foi considerada uma das startups mais inovadoras em 2014. O Arco era um sistema de pagamento e interface para vendas em redes sociais. Ela conta que a realidade é bem dura e que lidar com o sucesso e fracasso, são aprendizados comuns da vida empreendedora.

Diana, comenta sobre a falta de eventos que falam sobre como lidar com problemas na área de empreendedorismo. 




***

Eu usava muito o Arco, mas nunca conseguí fazer vendas. Acabei abandonando pois o sistema cancelava o anúncio a cada 30 dias. Quem conhece um ecommerce sabe que um produto não necessariamente será vendido em 30 dias. O re-trabalho de publicação era despendioso, ocasionando no abandono da ferramenta.

Além disso, as regras de publicação, não contemplavam fretes, deveriam ser padronizadas e não podiam ser feitas em uma interface de PC ( Notebook). O que demandava que fotos fossem publicadas apenas pelo aplicativo do celular. Quem hoje quer escalar, vai conseguir fazer um ecommerce apenas pelo celular, sem retoques de fotos, ou necessidade de edição via notebook?

Um outro problema é que apesar da maioria dos brasileiros, possuirem celular para publicação no instagram, fotos profissionais que chamem atenção de um comprador, acabam necessariamente sendo feitas por Smartphones de primeira linha, que tem um custo alto, ou seja, pouco acessível as massas.

A maioria dos ecommerces grandes que estão no instagram, que poderia utilizar a ferramenta, não iriam utilizar o smartphone dos colaborares para realizar publicações, e sim seus respectivos computadores corporativos.

Hoje em dia, não acredito muito que uma startup que vá integrar o instagram para vendas, venha ser bem sucedida, enquanto o aplicativo for apenas mobile. Devido as limitações de edição de fotos, para as massas e principalmente porque grandes empresas utilizarão seus computadores para administrar a maioria dos negócios online.

Um abraço, Rachel Fernandez

Fonte: Projeto Draft




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários que tragam ofensas, discriminação ou preconceitos serão automaticamente apagados. Respeite os demais usuários.